Bolsa para avião Quechua – Despacho de Mochilas

Review Bolsa para Mochila Quechua

bolsa_q1Neste review vamos falar de um item muito pouco conhecido, a bolsa de mochila para transporte aéreo e outros fins semelhantes.

Esta necessidade surgiu quando começamos a planejar nossa trip em 2015 entre Bolívia e Perú. Após ler sobre inúmeras dicas, destinos, valores, nos deparamos com algumas “infelizes coincidências” sobre o despacho das mochilas, onde identificamos extravios por falta de identificação visível, muitos zíperes estourados e alças cortadas. Assim começamos a procurar soluções como esta “mala” com capacidade de até 90L, uma boa alternativa pra quem não quer correr os riscos citados.

Cada um dos viajantes acabou adotando algum tipo de proteção para mochila, e vamos comentar sobre neste post, porém com foco na bolsa quechua.bolsa_q4mochila_paragua1

Minha mochila (by Paraguay) de 75L foi bem cheia, na ida estava com quase 15Kg e de fato fica inviável tentar lacrar todos os zíperes e acessos ao interior dela (assim como qualquer outra mochila cargueira), assim optei por adquirir esta bolsa, que me pareceu um bom custo-benefício.

A BOLSA

bolsa_q2A bolsa possui um zíper extensor para mochilas maiores, mas no meu caso nem precisei utilizar. O material dela é de poliéster com revestimento de poliuretano (um tipo de lona maleável) e o interior emborrachado, para alguma resistência a chuva. Ela não possui zíper longitudinal, mas sim na extremidade (zíper duplo com encaixe para cadeado), então se parece literalmente com um saco. Possui 2 alças de ajuste, uma alça tira-colo e outra na parte superior onde também há um “porta-cartão de identificação”.



USANDO

Coloquei minha mochila sem muita dificuldade, os bastões de caminhada também foram dentro, não precisei usar a extensão da bolsa e ainda sobrou algum espaço. Adicionei um cartão de identificação (tradicional) preso às alças e outro no porta-cartão da própria bolsa. No aeroporto ainda precisei pegar algo na mochila, abri a bolsa sem maiores dificuldades. No despacho foram adicionados os bilhetes de identificação sem maiores problemas.bolsa_q3

Ao desembarcar na Bolívia, La Paz (antes fizemos conexão em Santa Cruz, com troca de aeronave), foi fácil identificar a bolsa, apesar de já estar toda surrada e encardida, estava tudo intacto, sem problemas! Mochila, bastões e pertences íntegros.

Retirei a mochila da bolsa, dobrei-a e guardei-a na própria mochila e seguimos viagem “mochilando”.

A bolsa também foi muito útil na Trilha Salkantay, rumo a Machu Picchu, onde tivemos que dividir o peso entre nossa mochila (itens que você leva consigo durante os dias de trilha) e a mula (que leva parte de sua bagagem), assim conseguimos colocar essa nossa bagagem extra (4 pessoas) na mesma bolsa e entregar para as mulinhas.

OUTRAS OPÇÕES

Outras opções mais baratas utilizadas por nossos companheiros de viagem:

  • Sacolão Jeans – Pode ser comprado em qualquer loja de malas, normalmente usado por sacoleiros e tem diversos tamanhos.
  • Envelopamento da mochila – Com filme teflon ou saco plástico grande, mais grosso.

RESULTADO

  • Avalio positivamente a proposta da bolsa quechua, mas como melhoria a cor clara da “tampa de acesso e da extensão” poderia ser escura, pois suja com facilidade nos embarques e manuseio.
  • Talvez a adição de um zíper longitudinal possa melhorar ainda mais o manuseio da mochila.
  • A bolsa retornou da viagem sem danos aparentes, apenas suja.

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICASbolsa_q5

  • Capacidade: 90L
  • Peso: 600 g
  • Diâmetro: 42 cm
  • Altura: 65 cm
  • Altura extendida: até 87 cm
  • Composição: 100% poliéster 600D com revestimento de poliuretano.
  • Dados da loja (atualizado – modelo novo): BOLSA PARA AVIÃO QUECHUA

Até a próxima!

T&T – Mais trilhas e montanhas pra você!

Comente com Facebook

Saiba mais sobre o autor: Andre Pires Moraes