Fazer trilha – Evite se perder

Evite se perder!

Um pouco de planejamento pode evitar muita dor de cabeça…

Frequentemente noticiários informam sobre pessoas que se perdem em trilhas. Isso em geral acontece por dois motivos:

  • Excesso de confiança: por conhecer a trilha ou o local, a pessoa acredita que nada de errado pode acontecer, não há um plano de prevenção até que o inesperado acontece;
  • Falta de planejamento mínimo: questões como distância, tempo médio e condições climáticas para o dia precisam ser verificadas, principalmente em trilhas auto-guiadas (onde teoricamente se dispensa um guia).

Ao decidir sobre fazer essa ou aquela trilha, é fundamental levantar questões e respondê-las:

  • Conheço alguém, algum site ou posto de informações que pode me orientar sobre o destino?
  • Quanto tempo em média dura esta caminhada?
  • É uma trilha auto-guiada ou há recomendação (ou obrigatoriedade) do acompanhamento por um guia?
  • Há água durante o percurso? É potável?
  • Existem propriedades (fazendas, casas, vilarejos) ao longo do percurso?
  • Há sinal de celular ao longo do percurso?

Respostas a estas e outras perguntas certamente irão ajudá-lo a decidir sobre muitas coisas como custos adicionais (contratação de guia, transporte, etc.), o que é preciso levar, locais de apoio, etc. Enfim isto é um pequeno exemplo de planejar-se antes de partir e ter uma perspectiva macro do passeio.

Seguindo algumas dicas como estas, só faltará sua disposição para curtir o passeio, a natureza e a paisagem! Deixe os problemas cotidianos para a vida cotidiana, aproveite o momento, respire fundo o ar puro que a natureza reservou pra você e siga em frente, conheça lugares de ângulos que nem todo mundo tem o privilégio de conhecer pessoalmente!

Trecho de texto retirado da Revista Horizonte Rural, escrito por André Pires de Moraes – Colunista do Trails and Travels.

 

T&T – Mais Trilhas e Montanhas pra você!!

Comente com Facebook

Saiba mais sobre o autor: Andre Pires Moraes