Vale Del Colca – Perú (2 Dias)

1º Dia – De Arequipa a Chivay

O ônibus nos pegou no Pirwa Hostel às 7h00. Ainda em Arequipa fizemos uma pequena parada para comprarmos água, folhas de coca, balas de coca, etc… pois devido à altitude muito alta iríamos precisar, conforme nos foi orientado pelo guia.  Por causa do soroche (Mal da Montanha, causado pela exposição aguda à baixa pressão de oxigênio a altas
altitudes, que corre normalmente acima dos 2.400m),   muitas pessoas passam mal, inclusive nos foi orientado a não se alimentar pelo caminho nem nas paradas que fizemos, pois devido a altitude, a digestão demora a ser feita.
Até chegarmos à cidade de Chivay são mais ou menos 4h de viagem, com várias paradas ao longo do caminho. As primeiras paradas foram para vermos os bandos de lhamas, alpacas e vicunhas, além das belas paisagens. Em seguida, fizemos uma rápida parada numa loja de conveniência onde os turistas puderam comprar presentes e lembranças, além de fazer um rápido lanche regado a chá de coca.

Nossa última parada antes de chegar a cidade de Chivay foi no ponto mais alto do passeio, cerca de 4.910m acima do nível do mar. Neste local é possível ver os vulcões mais altos da região: Volcan Sabancaya com 5.976m, Volcan Ampato com 6.288m e o Volcan 6.075m. Assim que chegamos em Chivay, por volta de 12h00, fomos logo almoçar num restaurante tipo Self Sevice, em seguida fomos para o Hostel descansar um pouco, pois logo em seguida iríamos fazer uma trilha, que acabou não acontecendo por causa da chuva. Ficamos passeando pelo centro, para conhecer um pouco mais da pequena cidade. A noite fomos para o mesmo restaurante jantar e pudermos admirar as danças típicas e folclóricas do lugar.

 

2º Dia

O ônibus passou no hostel às 6h00, depois de um rápido café da manhã fomos com destino ao Vale del Colca. Ao longo do caminho fizemos rápidas paradas em em vários vilarejos, onde pudemos observar um pouco da cultura regional. Muitos nativos utilizam falcões e águias como adorno e também como forma de tirar dinheiro dos turistas, cobrando para pegar o bicho e tirar uma foto. Eu aconselho a não fazerem isso, uma forma de proteger o bicho, que já constantemente estressado por ficar preso e exposto todos os dias à multidões.

Depois de quase 3h de viagem finalmente chegamos a tão famosa Cruz del Condor, no Canion
Del Colca. O lugar é belíssimo e com sorte pudemos observar o famoso Condor Andino (Vultur gryphus). Animal extraordinário, “dono do vale”, que com toda sua imponência planava pelo vale com seus 3m de envergadura (ave com maior envergadura do mundo), para nós sortudos ficarmos admirando e fotografando. Esta fantástica ave pode viver em grupos ou solitário, mede de 100 a 110cm de altura.

É a segunda ave voadora mais pesada do mundo, chegando a pesar 12kg. São adaptados ao frio e alimentam-se de carniça. Seus ninhos são construídos em buracos nas altas montanhas com gravetos e raízes, e para dar firmeza ao ninho eles utilizam as próprias fezes. Ficamos no local por cerca de 1h30 e em seguida retornamos de volta para Chivay.

Ainda no caminho, fizemos uma parada para admirar a beleza do Vale del Colca. quando chegamos em Chivay fomos almoçar no mesmo restaurante e e seguida voltamos para Arequipa.

Confira mais fotos desta viagem ao Vale del Colca! Clique aqui!

Informações e custos:

  • Contratação: Pirwa Hostel – Arequipa
  • Incluso: Transportes, Refeições e Hostel (uma noite).
  • Custo: Aprox.: U$ 45,00

Mapa:

T&T – Mais trilhas e montanhas pra você!

 

Comente com Facebook

Saiba mais sobre o autor: Tiago Machanoker